Arquivo da tag: mosquito da dengue

Vinagre para combater o mosquito da dengue

O vinagre pode ser o mais novo aliado do ser humano no combate ao mosquito aedes aegipty transmissor da dengue chicungunya e zika.

vinagre, dengue, mosquitoBastante utilizado na culinária, o vinagre tem se mostrado eficiente também no auxilio à saúde.  Pesquisas científicas agora atestam que o produto pode auxiliar no combate rápido ao transmissor destas doenças. Agora a associação nacional das indústrias de vinagre, está levando ao conhecimento de todo o Brasil, sobre a eficiência do vinagre no projeto de combater o aedes aegipty.

Vinagre combate o mosquito

O vinagre contém ácido cético que age eliminando as larvas do causado da dengue que se alojas em muitas casas em todo o pais e nos cantos mais remotos de uma casa. Durante o verão, há um favorecimento maior para o surgimento de novos focos.  O engenheiro agrônomo e pesquisador José Reinaldo de Piracicaba, interior de São Paulo, fez uma bateria de testes com sua equipe, diluindo o vinagre em uma caixa de água cheia de larvas do mosquito. O resultado foi letal para as larvas do aedes.

As larvas do mosquito se alimentam de fungos e bactérias e outros sais minerais que se encontram na água. Elas se alimentam por via oral e uma vez que o vinagre está presente diluído na água, causa indigestão na larva levando-a à morte.

Como usar o vinagre no combate ao mosquito da dengue

A recomendação principal ainda é a prevenção. Não deixar água parada e sempre esvaziar algum recipiente que possa ser propício para o desenvolvimento das larvas do mosquito. A proporção de uso é de cinco por cento de vinagre uma colher das de sopa em um litro de água. Observando o tamanho do recipiente onde está á água com as larvas, você terá a dimensão de quanto de vinagre vai usar. Com a quantidade necessária para isto, é só diluí-lo na água onde deseja combater as larvas. A eficiência do produto é famosa em todas as fases do mosquito. O vinagre age por dez dias impedindo a formação de novos focos onde ele foi aplicada. Finalize as malditas e veja ainda:

FEBRE AMARELA PODE ESTAR DE VOLTA AO BRASIL.

ZIKA VÍRUS E MICROCEFALIA, COMO SE PREVENIR

Febre amarela pode estar de volta ao Brasil

A febre amarela é sem sombra de dúvidas uma das doenças mais letais de todos os tempos e parece estar de volta ao Pais. A morte de uma enfermeira de cinquenta e três anos que morava em Nata no Rio grande do norte deixou o pais em alerta depois que foi descartada a possibilidade do óbito ter ocorrido por contaminação de dengue ou ainda do zika vírus. Em Goias a secretaria estadual de saúde diz que apesar dos exames realizados pelo instituto Evandro chagas terem dado positivo apresentando o vírus da febre amarela, outro exame ainda mais profundo e minucioso descartou a  doença.

O que febre amarela

É uma doença infecciosa que causa febre aguda e na área urbana é transmitida por mosquitos. O principal agente da febre amarela, ainda é o mosquito Aedes aegipty, o mesmo transmissor da dengue, chikungunya, e microcefalia. Já na área silvestre, seu maior transmissor é o macaco.

Sintomas da febre amarela

Os principais sintomas da febre amarela são: Febres altíssimas, dores de cabeça, náuseas, vômitos, dores no corpo, hemorragias no nariz, nas gengivas, no intestino, no estômago e na urina além dos olhos e a pele em tons amarelados. Não existe ainda um tratamento que tenha se mostrado eficaz para combater a febre amarela. O mais convencional é que ao receber atendimento médico hospitalar, o paciente fique em repouso apenas repondo os líquidos e das perdas de sangue. Quando o caso é de uma gravidade maior, o atendimento é feito por uma terapia intensiva.

Prevenção contra febre amarela

A melhor forma de prevenção ainda é através da vacina que é gratuita e está disponível em qualquer época que você queira se vacinar. Com o aumento dos casos de enfermidades transmitidas pelo mosquito Aedes aegipty, fica a dica para que cada um faça a sua parte mantendo seu quintal e sua casa limpos e sem água acumulada. Se não houver água parada o mosquito não nasce. Leia também:

ZIKA VÍRUS E MICROCEFALIA, COMO SE PREVENIR

VINAGRE CONTRA DENGUE